O Fragrante – Desfazendo-se em beijos

#episodioanterior
Jennie resolveu acompanhar o irmão ao curso e acabou encontrando quem menos esperava, ela até disfarçou e tentou fugir, mas Simey achou uma forma de ficarem bem próximos.

Assim eles voltaram a se falar, reacendendo uma amizade, num prenúncio de que coisas boas estavam por vir. De fato, a amizade levou a uma intimidade maior que só cresceu a cada troca de mensagem, então Simey fez uma proposta difícil de recusar e que só aumentou a bagunça a cabeça de Jennie, assim ela passou a madrugada sem poder dormir, revirando na cama.

Acompanhe a série » EP 1EP 2EP 3EP 4EP 5EP 6EP 7EP 8 • EP 9 [20/03] • EP 10 [27/03] • EP 11 [03/04] • EP 12 [10/04]


— Mãeeeeeê, tô saindo, beijo-não-me-liga!

— Onde você vai apressada assim, Jennie?

— Levar a Vee pra dar umas voltas, mais tarde tô de volta.

— Tá bem, só toma cuidado!

Estava quase na hora de encontrar Simey e Jennie nem tinha ligado ainda pra amiga, apesar de ter passado a madrugada sem dormir, ela só conseguiu decidir depois de pensar bastante e ainda por cima demorou tentando achar a roupa ideal, foi difícil decidir o que vestir e no fim acabou desistindo daquele monte de looks que tinha montado pra ficar com o mais simples, afinal, foi assim que Simmey a viu das outras vezes, assim seria estranho se ela aparecesse toda montada.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, relógio avisou do tempo passando, misael mendes, inversível, inversivel

Ela só saiu porque ao olhar pro relógio ele avisou que já Já era tarde, assim largou tudo jogado, o nervosismo de que pudesse rolar algo, mesmo sem ter qualquer indicativo disso, a fez esquecer totalmente de falar com Vee e só foi lembrar quando chegou no ponto. Assim ligou logo, pois não queria aparecer só, quando Vee atendeu ela contou por cima o que tinha acontecido e a convidou pra conhecer seu crush.

— Sabia que cê tava escondendo algo!

— Não é bem isso… só queria ter certeza se ia dar em alguma coisa.

— Sei… mas vô não.

— Sério? – Jennie ficou decepcionada, pois na sua cabeça já estava tudo esquematizado.

— Tô ocupada ajudando a mãe. Por que cê não disse antes?

“E dava? Fiquei sabendo ontem à noite.” – Jennie ainda decidia se falava o que pensava, mas a amiga foi mais rápida.

— Bom… cê lembra do que eu disse, né!?

— Lembro, mas ele é diferente e…

— Miga, só vai com calma pra cê não se arrepender depois. – Vee a interrompeu antes de começar a exaltar o boy.

— Fica sussa, conversei bastante antes com ele.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, tô nem aí, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

— Se você diz.

— Cê não vai mesmo?

— Infelizmente, não.

— Tá, o ônibus tá vindo, tchau!

— Tchau!

“Existem coisas que devem permanecer apenas como ideais, sem nunca se concretizar, pois conseguí-las é o mesmo que desejar mais dor e tristeza, além do que já nos está destinadas.”

Chateada, em parte porque a amiga não ia, a outra era por notar o pessimismo e uma ponta de inveja na voz de Vee, mas Jennie foi assim mesmo, pra provar que a amiga estava errada e também porque já tinha combinado de ir, embora as borboletas no estômago estivessem bem agitadas por ter de ir sozinha.

Veja também  O Fragrante – Nova solicitação de amizade

Bastou alguns minutos chamando na frente da casa de Simey pra ter um déjà-vu, já que ninguém atendia, na verdade, nunca parecia ter ninguém naquela casa, até que uma mulher elegante apareceu e disse que ele tinha saído, Jennie agradeceu e saiu insatisfeita, mas não queria voltar tão rápido pra casa, então resolveu ficar andando até o crush chegar.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, várias árvores tirou fotos, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

O bairro tinha árvores espalhadas pelos canteiros, nas ruas e também calçadas, assim deu pra tirar várias fotos, o tempo bom deu mais disposição pra caminhar, até o sol começar a arder, fazendo Jennie sentir sede, mas alguns passos a frente ela logo avistou uma sorveteria. Jennie mal entrou e já foi pegando uma imensa bandeja que encheu de cupuaçu, açaí e salada de frutas, o atendente achou um pouco exagerado pro tamanho dela, mas ela replicou que amava aquilo, além de estar morrendo de calor e essa foi a deixa pro assunto desenrolar.

Jennie logo gostou de Carlos Lachowski que, além de gatinho, era um fofo, atencioso e engraçado, mas é claro que ela ainda preferia Simey e entre conversas acabou descobrindo que Carlinhos conhecia seu crush, como o movimento estava parado eles ficaram trocando ideia, mas apesar do papo bom, ela tinha ido lá para outra coisa.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, te curti, misael medes, inversivel, inversível

— Ai, Carlinhos, amei te conhecer, mas tenho que ir.

— Ahhh, já!?

— É que eu tinha marcado com o Simey, então preciso voltar, só não sei se ele já chegou.

— Por que cê não manda mensagem?

— É que não tô sem o número dele. – Jennie ficou sem jeito.

— Quer que pergunte se ele já chegou?

— Sim, sim, por favor!

Tão logo veio a resposta afirmativa, Jennie se despediu e minutos depois já avistava Simey esperando-a na frente da casa, onde foi recebida com um forte e confortável abraço. Assim que o abraço terminou, ele ficou parado, olhando como ela estava bonita, de blusinha branca com um laço, saia de prega amarela e All Star azul.

— Bora entrar?

— Sim.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, respirando aliviada, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

Jennie respirou aliviada, ela já estava ficando sem graça dele só ficar parado, encarando-a.

— Foi mal não te esperar é que meu parça pediu pra acompanhar ele e como cê não tinha confirmado se vinha, daí pensei que não fosse aparecer.

— Tudo bem, eu que sou esquecida mesmo e nem disse nada.

— Cê ficou chateada pelo jeito que te tratei da vez que veio aqui? – Simey perguntou quando foram pra cozinha, logo após apresentar a casa.

— Ah… já foi, mas já que cê tocou no assunto, por que me ignorou?

— Nunca que ia te ignorar! É que eu tava sem lentes, daí não enxergo de perto.

— Por que cê não disse antes?

— Eu ia dizer, mas, sei lá…

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, fazendo charme, seduzindo, misael mendes, inversível, inversivel

— Quando te vi no curso pensei que tivesse de óculos só pra fazer estilo.

— Nada! Dá só uma olhada.

— Credo, que troço forte! – Jennie berrou e devolveu os óculos de imediato, fazendo Simey rir.

Tinha jeito não, Simey era ainda mais encantador de perto, ainda mais porque não parava de fazer graça, até que a convidou pra jogar Need for Speed. Os dois se empolgaram no Xbox One X, até que, cansado de perder pra Jennie, ele disse que já estava bom de jogo.

Veja também  O Fragrante – Localização enviada

— Cê joga pakas! Como aprendeu jogar assim?

— Com meu irmão. Ele e os amigos sempre ficam lá em casa jogando.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, sem jeito com boy, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

Simey ofereceu drops e eles conversaram mais um pouco, enquanto faziam dobraduras com papel das balas, até Jennie dizer que estava ficando tarde e que precisava ir, Simey a acompanhou até a porta e foi só abri-la pra Jennie o abraçar, despedindo-se. A bem da verdade é que ela não tinha pressa de voltar, só queria mesmo ter uma desculpa pra sentir o corpo dele bem junto ao seu e valeu a pena, foi só ele a envolver em seus braços praquela mesma descarga gostosa, que sentiu quando ele a puxou pra tirar a foto, passar por todo corpo e antes das faíscas começarem a sair ela se afastou.

— Onde cê vai? – Simey segurou-lhe o braço.

— Embora? – Jennie ficou sem entender.

— E como cê vai?

— De ônibus, o ponto é perto daqui.

— Peraí que te levo. – Ele piscou, deixando-a totalmente sem graça.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, esperando sentada, cinemagraph, misael mendes, inversivel, inversível

Assim, Simey desapareceu atrás da porta fechada, Jennie só olhou e ficou esperando, até começar a ficar impaciente pela demora, nisso encosta do lado dela uma BMW K 1600 GTL, o cara a chamou pra subir e ela se afastou assustada.

— Bora? – Simey tirou o capacete e lhe entregou outro.

— Precisa não, o ponto é logo ali. – Jennie deu um sorriso amarelo.

— Sobe logo! – Mas ela continuou imóvel. – Que foi?

— Tenho medo de moto. – Jennie não sabia se ficava sem graça pelo medo ou pelo convite, apesar de estar doida pra subir naquela máquina.

— Confia, não vô te deixar cair. – Ele estendeu a mão, sorrindo de um jeito que a fez esquecer até o porquê de ainda não ter subido na moto.

E sem precisar de mais nenhuma palavra, Jennie montou a BMW, mas ficou perdida por não achar onde segurar, Simey riu e disse pra agarrar nele e foi exatamente o que ela fez, abraçou a cintura dele bem firme e Simey saiu voando.

— Siiimeeey! – Jennie gritou.

— Que foi?

— Cê passou o ponto.

— Eu sei, mas vâmo andar mais pouco! Pra onde eu vô agora?

— Direita e segue reto.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, voando com a moto, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

Assim Jennie foi dando as coordenadas, com a cabeça por cima do ombro de Simey e bem agarradinha nele.

— A gente chegou, pode parar!

Ela disse afobada, logo que passaram de um terreno onde havia uma imensa igreja de estilo moderno e uma quadra de futebol, assim eles pararam bem na esquina da ladeira que havia naquela avenida.

— Pronto, precisa desesperar não. – Simey tirou o capacete e riu.

— Obrigada! – Jennie o abraçou, mas apesar dele ter sido carinhoso, quando a soltou ficou olhando sério. – Que foi? – Ela ficou sem graça.

— Eu quero um beijo. – Pediu ele.

— Pronto! – Sem saber direito o que fazer, Jennie lhe beijou o rosto.

— Assim não vale, não é desse que tô falando. – Rebateu ele, sorrindo.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, rolou o beijo, misael mendes, inversível, inversivel

Isso deixou Jennie estática, totalmente sem reação, mas foi ele se aproximar que logo ela se recuperou, assim rolou o primeiro e tão esperado beijo deles. No começo foi meio desajeitado, já que cada um beijava de um jeito, mas nada que uns segundos a mais pra resolver o compasso. O que ela sentiu na hora foi algo tão bom que mesmo que tentasse não ia ter como explicar, além do que tentar fazer com adjetivos iria apenas empobrecer o momento e as sensações, mas uma coisa é certa, foi bom demais, mesmo com todo aquele nervosismo.

Veja também  Pela janela, a vida passou e sorrindo acenou pra mim

Eles já tinham desligado de tudo, nisso, começou a tocar uma música que os fez se afastar na mesma hora.

— Essa músca! – Os dois disseram ao mesmo tempo, procurando de onde vinha o som.

Jennie olhou surpresa pra Simey.

— Então cê ouviu?

— Sim. Quando fui ver se você era cê mesma tinha mensagem sua, então assisti o vídeo e curti pakas. – Simey parecia sem jeito ao admitir aquilo.

inversivel.com, o fragrante, minissérie, totalmente feliz, misael mendes, inversível, inversivel

Jennie não sabia nem mais o que dizer ao saber que o crush tinha ouvido a música e pior, gostado, ainda mais depois daquele beijo.

— Posso confessar uma coisa?

— Sim. – Jennie ainda estava entre o êxtase e o embaraço.

— Sabe quando te abracei na praça.

— Sei.

— Minha vontade foi te beijar ali mesmo, mas eu não podia fazer isso na frente dos meus alunos.

Jennie apenas sorriu, como quem diz “Eu não teria me importado”.

inversivel.com, o fragrante minisserie conto, pegou o iphone, cinemagraph, misael mendes, inversivel, inversível

— Bom, preciso vazar, mas antes cê pode me passar seu número ou ele também tá quebrado? – Simey mostrou o iPhone, sem graça Jennie pegou, adicionou seu número e devolveu o smartphone, nisso ele aproveitou pra trazê-la pra perto de si, beijando-a novamente e esse beijo terminou num abraço, com gosto de quero mais.

Simey logo sumiu na BMW e Jennie começou a subir a ladeira, sorrindo de uma forma que só tinha feito ao ter o sol tocaando-lhe a pele e tão feliz estava que nem viu o buraco na rua, assim acabou levando um belo tombo, mas do jeito que tava nem chegou a sentir dor, apesar de sair mancando e olhando pra todos os lados pra ver se ninguém a tinha visto.

— Ufa! Ainda bem que não tem ninguém à toa por aqui.


 

#proximoepisodio
Como descrever o primeiro beijo entre Jennie e Simey? Isso é algo que ela não conseguiria fazer, mas antes ela tivesse aproveitado mais ou talvez devesse ter seguido o conselho de Vee e não se entregada assim.

Pois apesar de todo encanto, ela descobrirá que a gente não pode ter tudo que deseja, existem coisas que devem permanecer apenas como ideais, sem nunca se concretizar, pois conseguí-las é o mesmo que desejar mais dor e tristeza, além do que já nos está destinadas. Foi assim que ela sentiu o coração doer como nunca.

No fim das contas, será que Simey era só mais um cafajeste?

Ósculos e amplexes,
misael mendes assinatura, misael mendes sign

 

 

 

Um cara totalmente apaixonado por música, se deixar ele não quer fazer nada sem uma boa trilha sonora. Amante de fotografia, livros, animais e comida boa – principalmente a da mãezona.
Criou o blog e o canal pra compartilhar sua visão inversível da vida.


Also published on Medium.