Contificando

Gizmo – A mão que segura o celular

A densidade da escuridão não conseguiu assustá-lo, mas a própria mão segurando o celular o deixou apavorado

Era só mais uma madrugada mal dormida que ele gastava no celular. Ele só não prestou atenção na data e o mal que poderia trazer pra si, ficar acordado ao invés de manter os olhos bem fechados, e afundar na escuridão.

O feitiço entre borboletas e mariposas

Habitando o dia ou a escuridão, o encontro com esses seres alados nos fascina e pode até mesmo provocar terror

Com movimentos graciosos, a borboleta nem parece se tratar de um inseto, mas de um ser mítico, como uma fada. E se ela representa o bem, a mariposa acaba simbolizando o mal e toda sensação ruim e de mau agouro despertada pela escuridão.

Vultar – Na essência a visão

A apreensão pelo conteúdo da carta era instigada pela espera, após os meses em meio a escuridão da incerteza

Embora em desuso hoje em dia, telegrama é uma forma rápida e acessível de entregar mensagens de forma segura. Devido a isso acaba sendo usado mais pra comunicar notícias inesperadas ou que não têm uma recepção muito boa.

Abisso – Quando o pavor agita as águas

De sobre as águas vem a ordem pra lançar seu sustento no fundo do oceano, mas como se desfazer de tudo que lhe resta?

Não sendo suficiente vagar pra dentro das trevas, o barco é surpreendido por uma tempestade que revoltou as águas. Em meio ao desespero uma ordem estranha lhe abre os olhos, cegos pela escuridão, mas sua descrença quase bota tudo a perder.

Panapaná – Silenciando a inocência

Nem todo medo pode ser vencido com coragem, alguns é melhor seguir o instinto e correr pro mais longe que der

Um chamado da escuridão o fez despertar pra socorrer o filho, mas ele vai descobrir que o medo do pequeno não é apenas imaginação. Existe algo de muito ruim naquele quarto e trazendo a morte sob as asas está prestes a atacar.

Retravo – Quando o escuro deu à luz

Absorvendo luz e som, o breu lançou sua sombra fria, fazendo tudo desaparecer sob um manto de escuridão abismal

Ele não sabia se ainda habitava um corpo ou havia se transformado numa consciência vagante indo em direção a escuridão. Tudo estava impregnado de trevas. O pior: ele não sabia quem era ou há quanto tempo estava nas entranhas da obscuridade.

Cigarra e Formiga – Como você nunca viu

Uma fábula pra incentivar a persistência no trabalho pode esconder algo mais assustador que o frio do inverno

Prepare-se pra conhecer a história de um jeito mais humanizado e obscuro, com implicações que desfazem conceitos preestabelecidos. Melhor é não julgar pela aparência porque isso pode levar a uma fria maior até que o inverno lá fora.

Calefrio – Conto de terror moderno

Uma mãe compartilha uma das histórias mais assustadoras de sua infância, mas a reação do filho é inesperada

Ela conta sobre a existência de um lugar maldito, evitado por todos em sã consciência, até mesmo o mais cabra-macho. Porque além de ser habitado pelo total esquecimento, a noite o lugar era tomado por uma escuridão aterradora.

Página anterior Próxima página