inversivelpoema

Mamãe, o acorde mais perfumado

Toda mãe tem uma fragrância única, composta de diferentes notas olfativas que chegam as nossos sentidos através do respirar.

Seu perfume invade a mente, arrancando memórias cheias de vivacidade; momentos de graça, afago e ensinamentos. De longe já pode ser sentido e a aproximação faz querer ficar juntinho pra desfrutar do calor e do carinho que só mãe pode dar.

O medo que me paralisa

De todas as emoções que estamos sujeitos o medo é uma das mais básicas, difícil é encontrar quem nunca o experimentou

Mesmo aterrador a ponto de imobilizar, dificultando a possibilidade de fuga e a tomada de decisões racionais ao surgir de forma inconsciente – onde só nos damos conta quando chegou – é possível escolher como reagir pra conter os seus efeitos.

Quero viver tudo que sinto

Mudança pode ocorrer por diversos motivos, como estética, qualidade de vida, ideologia, superação, medo, desejo de agradar, etc.

A força mais poderosa é o inconformismo, pois leva a busca de práticas que encaminham pra uma nova vida, transformada e capaz de inspirar. Pra isso é preciso conhecer a verdade porque ela é quem ajuda a nos apropriar dessa nova identidade.

Nome e aparência incoerentes

É inegável o poder de atração que o belo exerce sobre nós, ainda mais quando somos envolvidos por seus encantos

Vivemos numa sociedade que cultua a aparência, dando-lhe atenção, curtidas e até sentenças menos duras. Mas a aparência pode enganar e até ser mortal porque o exterior não retrata com exatidão essência, nem saúde física ou emocional.

Aquilo de que mais preciso

Sem energia nada pode se mover e a não ser que algo conceda força tudo permanecerá em completa paralisação

Caso um corpo permaneça em repouso por muito tempo, a vida se interrompe e ocorre a putrefação. O jeito mais básico de fornecer energia é através da alimentação, mas há coisas que precisam de força e que nem a musculação pode conceder.

Esse é mais um dia daqueles

Em mais um dia estranho, transitando por lugares desconhecidos, sob o tempo que se fecha aonde iremos chegar?

Quando a mente chega a percepção que tudo já foi experimentado e as motivações se desfazem em neblina, buscar outra rota pode apenas nos levar na direção da bad, que tentará possuir nosso corpo; transformando esse momento em dor.

Velocidade que a poesia alcançou

Um átimo bastou pra ele acelerar e sem respeitar sinalização ou atentar pra limites, seguiu em velocidade assustadora

Pra trás ficou qualquer controle que pudesse existir, seguindo em desdobramentos incontáveis deslocou-se sem atentar pra tempo ou barreiras – físicas ou subjetivas. Nada pode lhe deter ou impedir de seguir sem pretensão de chegar a lugar algum.

Até quando isso vai continuar?

A gente se permite tanta coisa que nos levam de um lado pro outro, como se não tivéssemos o governo de nós mesmos

O perigo de se jogar na pista é esquecer que ali é justo onde os veículos vêm em alta velocidade. Mas existe um momento quando se faz necessário dar fim ao que não condiz com quem somos, de parar os abusos que só distorcem nossa essência.

Quando grita o desespero em mim

A vida não é composta apenas de sentimentos bons e de celebração, também há momentos que podem nos devastar

Quando o teto e o mundo desabam, e o chão nos puxa pras profundezas tudo o que queremos é gritar pra arrancar da alma tanto sofrer. Mas mesmo que as lágrimas não consigam reduzir a vontade de se lançar ao desespero, não podemos nos entregar.

O torpor que debruçado senti

O prazer que nos inunda de sensações, pode ser o responsável por nos levar a perdição, seja de tempo ou de escolhas

Diferentes fatores podem nos alterar a percepção de passagem do tempo. Da mesma forma o nosso entendimento sobre as coisas e o que proporciona prazer e segurança também pode mudar de forma inesperada, trazendo com isso arrependimento.

Página anterior Próxima página