O Fragrante – Nova solicitação de amizade

#episodioanterior
Os últimos acontecimentos fizeram Jennie mudar e, embora não tenha sido algo assim tão drástico, foi o suficiente pra deixar sua mãe desconfiada, mas ela não quis se abrir. Decidida a ficar trancada no quarto, Jennie logo muda de humor ao receber um convite.

E se a princípio tudo pareceu legal e divertido, uma fragrância começou a incomodá-la a ponto de querer ir embora, foi aí que o inesperado aconteceu, só que desta vez, mais que colocar Jennie e Simey cara a cara pra trocar algumas palavras e apertos de mão, o destino chocou seus corpos e, nesse contato, que pareceu vencer a barreira do tempo, a temperatura subiu.

Acompanhe a série » EP 1EP 2EP 3EP 4EP 5EP 6EP 7EP 8 • EP 9 [20/03] • EP 10 [27/03] • EP 11 [03/04] • EP 12 [10/04]


O corpo de Jennie ainda estava mole, sem entender direito o que acontecia, foi então que Simey soltou sua cintura, ao olhar pro lado ela viu ela abaixar o braço com o Moto Z na mão.

“Ah, foi só uma selfie.” – Jennie olhou ao redor, desconfiada. – “É, verdade, tô acordada!”

Simey vendo o olhar meio perdido de Jennie, começou a encarar, ela foi ficando sem graça e ele começou a rir na cara dura.

— Olha, eu não mordo… a não ser que você queira! – Ele ainda ria, enquanto Jennie ficou vermelha feito pimentão. – Tô, guarda de lembrança. – Simey imprimiu a selfie direto do snap da Polaroid e deu pra ela.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, sem jeito, encabulada, misael mendes, inversível, inversivel

— Precisa, não… – Jennie recusou educadamente.

— Fica, depois imprimo uma só pra mim. – Ele cochichou, fazendo as bochechas dela reavivarem o vermelho. – Agora, vô nessa!

— Ah… tchau!

— Que isso!? Não ganho nem um abraço? – Simey abriu os braços, todo convidativo.

Jennie não soube dizer quanto tempo durou, mas sentiu tanto conforto naquele abraço, só suspeitou que demorou porque ouviu alguém comentar que Simey ia acabar sufocando ela, logo depois outro perguntou se ele queria levá-la pra casa, mas cara de pau como era, ele nem ligou e ainda deu beijinho atrás da orelha dela, depois saiu correndo.

“Felicidade oculta dura mais e é mais prazerosa.”

— Mas onde ele foi? – Jennie não conseguiu disfarçar a curiosidade e questionou James assim que ele se aproximou.

— Ah, é que ele tem uma turma daqui a pouco, daí foi preparar aula.

— Tendeu… e ele é sempre mal-educado assim?

— Oi?

— É, ele saiu e nem se despediu de vocês!

— Também, ele gastou todo tempo contigo que não sobrou nada pra gente.

— Como assim!? – Jennie perguntou quase gritando.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, to brincando, é zoeira, misael mendes, inversível, inversivel

— Relaxa, tô zoando, boróca! Ele já tinha despedido da gente.

— Ah, tá… – Jennie ficou ainda mais sem jeito e passou a mão no braço.

— Posso dar um conselho?

— Diz aí! – Ela já ficou em choque.

— Fica esperta com o Simey…

— Como assim!? – Jennie interrompeu assustada quase engasgando com a própria saliva.

“Droga, será que tá estampado por mim toda que tô afinzona do Simey!?”

— Deixa ele postar isso aí não.

— Isso o quê? Na onde?

Veja também  Convite do Google pra virar DJ [Aniversário do Hip-Hop]

— Essa foto aí na tua mão! – James apontou pro braço dela que ainda estava na mesma posição desde que pegou a foto.

— Ah, sim… – Ela deu um risinho desconfiado. – Mas por que, tô feia?

inversivel.com, o fragrante minisserie conto, ta engraçada, pagando mico, misael mendes, inversível, inversivel

— Não, mas tá engraçada! – James bagunçou o cabelo de Jennie e saiu correndo.

— Melhor correr mesmo, porque se eu te pego, te mato, peste! – Jennie saiu correndo atrás do irmão, enquanto a galera era só risada.

Eles ficaram por ali mais um pouco, depois cada um seguiu seu rumo. Assim que chegaram em casa, antes de Jennie entrar, James a segurou pelo braço.

— Cê pagou maior madeirinha pro Simey que tô ligado!

— Cê, acha mesmo!?

— Aham! – James balançou a cabeça, afirmativamente.

— Nada a ver issaê, ow!

— Jennie, não mente que te conheço.

— Aff, James! Vai meter a dona Cindy agora!? – A comparação não foi suficiente pra desmanchar o sorrisinho maroto na cara do irmão, então tentou desconversar. – Não tô afim de ninguém, só se é seu professor que tá afim de mim.

— Isso todo mundo percebeu, mas quero saber de você! – James insistiu, fazendo Jennie corar.

— Ai, meu, tem horas que cê é um saco! – Jennie entrou batendo a porta na cara dele.

— Estressadinha! – James cantarolou, rindo.

— James, que você aprontou pra Jennie ficar assim!? – Cindy perguntou assim que ele abriu a porta.

— Nada, só tava brincando com ela. Cê sabe como ela se estressa fácil, por isso é legal irritar essa bobona.

Por detrás da parede Jennie respirou aliviada, pra sua sorte o irmão não comentou nada com a mãe, pelo jeito ele não tinha percebido nada, só estava zoando com ela mesmo.

“Sorte minha que garotos são lerdos.” – Assim, Jennie seguiu pro quarto, toda sorridente.

— Ai! Hoje foi tão bom! – Ela respirou fundo. – Queria que aquele abraço nunca acabasse.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, cara de boba engraçada tonta, misael mendes, inversível, inversivel

Na foto ela estava com cara de tonta, meio surpresa, com olhar perdido, enquanto Simey a segurava pela cintura, rindo, com maior cara de cafajeste. Apesar disso ela nem ligou, pois essa era a primeira foto com o crush e o fato dela ter sido espontânea tornou a recordação especial, agora ela tinha algo mais durador que o perfume dele, espalhado por todo seu corpo.

No dia seguinte, Jennie acordou num ótimo estado de humor, daqueles que não sentia a algum tempo e logo abriu os olhos num sorrisão, então viu que tinha dormido agarradinha com a foto, o que foi mais um motivo pra levantar feliz.

— Bom dia, mãezinha linda! – Jennie deu um beijo na mãe.

— É disso que tô falando, essa é minha Jennie. – Cindy ficou toda contente.

— Cês dão licencinha que vô tomar café no meu quarto. – Jenni disse de boca cheia.

— Tudo bem, filha!

— James, não sei que você fez, mas a Jennie tá bem melhor.

— Fiz nada não, mãe, eu disse que era nada demais. – James engoliu um copo de leite de uma vez. – Agora tô indo bater bola com os parças, beijo.

Veja também  O Fragrante – Coloca no silencioso

A inspiração estava tamanha, que logo após terminar o café, Jennie começou a arrumar o quarto, só aí lembrou que nem tinha assistido as séries depois que chegou, também com a cabeça totalmente nas nuvens, dava nem pra lembrar mesmo. Quando estava acabando, o iPhone apitou que tinha notificação, ao desbloquear a tela, havia uma nova solicitação de amizade.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, como assim, ignorando, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

— Ué, Simon Aniston? Ele me adicionou!? Como assim!? Não acredito que o Simey tinha me excluído! – Várias palavras feias começaram a se formar em sua cabeça, prontas pra disparar boca a fora e ela teria dito, mas quando aceitou, lembrou que ela é quem tinha excluído ele e sorriu amarelo pra garota no espelho, que lhe retribui com um sorriso no mesmo tom.

Na primeira mensagem que Simey enviou ele afirmava que tinha acertado que era ela, ao que Jennie perguntou se ele tinha investigado, ele disse que podia ter feito isso, então questionou porque ela negou ser quem era, Jennie disse que fez isso pra ver se ele realmente ia reconhecê-la.

— E como não te reconhecer? Seu olhar é inesquecível!

— Bobo!

A partir daí os recomeçaram do ponto que haviam parado, como se nem tivessem se afastado, até porque os dois resolveram fingir que nada do que tinha acontecido antes os tinha atingido. Embora Simey tenha ficado bem chateado, pois apesar de ter dito que reativou o Face pra falar com os amigos, a verdade é que ele detestava redes sociais, por isso acabou desabilitando seu perfil, mas como não conseguia falar com Jennie, voltou unicamente por causa dela.

Apesar de não parecer, ele ficava aguardando ansiosamente o momento de poder entrar e ver uma mensagem dela, até Jennie não respondê-lo, Simey ainda esperou uma semana, depois disso abandonou a rede, já que não havia motivos pra usar mais aquilo.

Diferente da outra vez, dessa, Simey respondia mais rápido, além de parecer mais disposto a conversar, estranhando o fato, Jennie comentou a rapidez dele o que ele esclareceu que apesar do dia corrido que tinha, estava conseguindo dar umas fugidas. De manhã ele fazia academia, depois ia pro serviço e daí pra facu e no fim de semana, além do trampo, às vezes tinha trabalho pra fazer, algum curso ou então saía com os amigos, mas como estava de férias eles conseguiam se falar mais a noite.

Mas apesar de conversarem mais ele parecia mais disposto a amizade e não ficava dando ideia, a não ser por umas indiretas, mas ela percebeu que esse era mesmo o jeitinho dele.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, o tempo passou, cinemagraph, misael mendes, inversível, inversivel

Passou uma semana desde que eles tinham voltado a se falar e sempre tinha bastante assunto, embora o papo fosse bem picotado, já que Simey não podia ficar direto no celular, mas até que estava se esforçando pra responder. Jennie respondeu a última mensagem que Simey tinha enviado e olhou o mural de recordações, lá haviam várias fotos especiais, mas de todas a que mais gostava era a que estava com cara de boba, ao lado de Simey.

Apesar da foto fazer parecer que se tratou de algo espontâneo, pra isso Simey quebrou a cabeça tentando encontrar o melhor lugar, o momento ideal e a desculpa perfeita pra tirar uma foto com Jennie, até ver a Sakura onde se conheceram. Então foi se despedindo de todos sem levantar suspeitas, pelo menos por parte de Jennie e o resultado tinha ficado registrada ali.

Veja também  O Fragrante – Recuperando memórias

Quando Simey respondeu, pediu o número dela, alegando que falar por ali era meio ruim, mas ela desconversou, dizendo que o celular estava quebrado.

— Bom, já que não tem jeito, vai por aqui mesmo.

inversivel.com, o fragrante minissérie conto, não conseguiu dormir, revirando na cama, misael mendes, inversivel, inversível

Jennie mal conseguiu dormir desde a noite passada, se ela tinha conseguido fechar os olhos por uns minutos foi muito, pois desde que Simey lhe fez aquela proposta ela ficou tão elétrica que nem sabia mais como dormir, os pensamentos a mil não paravam, enquanto o nível de adrenalina só fazia aumentar, assim ela só ficou revirando na cama, durante toda madrugada.

Ela não sabia se devia aceitar ou se recusava, embora dizer que sim era o que mais desejava, só que era melhor levar alguém com ela, mas ela ainda não tinha contado pra ninguém que voltou a conversar com Simey, embora manter segredo disso tenha sido nada fácil, ela estava doida pra contar pra alguém, mas em casa não dava pra falar do crush, a mãe ia querer ficar dando palpites, James pior ainda, já que era aluno dele e o pai, bem, ela não ia se sentir a vontade de falar sobre essas coisas, a única opção era Vee. Só que ela pensou bem e acabou não pra amiga também, pois Vee só a tinha aconselhado a esquecer o crush, além de parecer que havia uma ponta de inveja, assim deixou em off, pelo menos por enquanto, afinal, felicidade oculta dura mais e é mais prazerosa.

Assim, entre dúvidas e incerteza, a primeira coisa que Jennie fez, logo que o sol saiu, foi responder a Simey positivamente. Ela fez isso antes que o excesso de tempo a fizesse voltar atrás e caso quisesse não ia mais dar tempo, já que o tempo pra excluir a mensagem já tinha passado, além do crush já ter lido mesmo.


 

#proximoepisodio
Aceitar a proposta de Simey, apesar de ser o que ela mais queria não foi uma decisão fácil, por isso Jennie resolve levar uma companhia e mesmo suspeitando das verdadeiras intenções de Vee, resolve contar do crush pra melhor amiga, mas acabou percebendo que não foi uma boa ideia.

Jennie se vê sozinha, porém vai, assim mesmo, encontrar Simey, mas o destino já tinha armado mais uma peça, como prova final, assim ela leva maior bolo. Mas determinada como estava, ela insiste, assim a amizade ganha cores e Jennie experimenta algo diferente de tudo que jamais sentiu com nenhum outro cara.

Ósculos e amplexes,

misael mendes assinatura, misael mendes sign

 

 

 

 


Also published on Medium.

Um cara totalmente apaixonado por música, se deixar ele não quer fazer nada sem uma boa trilha sonora. Amante de fotografia, livros, animais e comida boa – principalmente a da mãezona.
Criou o blog e o canal pra compartilhar sua visão inversível da vida.