perdão

Interrompido – Reaprendendo a viver (Episódio 21)

A entrevista se mostrou mais profunda do que Luan imaginou, ao revelar uma alma carregada de sofrimento e dor.

Uma revelação o deixa cético a ponto de precisar retornar as pesquisas e elas lhe revelam o improvável. Além disso, seu rosto se enche de felicidade por poder retornar pra casa, até porque havia agora alguém especial – encontrada por aleatoriedade total.

Interrompido – O direito de viver (Episódio 20)

A decisão de doutor Pedro Gonzaga traz um bem nunca experimentado, mesmo assim algo terrível acaba por acontecer.

A história do médico traz detalhes vergonhosos, como o fato de ter negado e abandonado a própria filha. Inquieto, Luan encontra uma entrevista que exibe o terror do acidente que vitimou Cadu, além de expor de forma fria a dor de Lourdes.

Interrompido – Neblina que dissipa (Episódio 19)

Desconcertado com tamanha lucidez que o atingiu, Luan acabou nem percebendo o milagre que acabou lhe acontecendo.

Mesmo feliz ele precisa encarar algo triste, mas uma ligação inesperada traz um tom de profundidade maior a história de Lourdes, sobre como ela foi resgatada de uma dor irreparável e da salvação que alcançou o ateu convicto que era doutor Pedro Gonzaga.

Interrompido – Do jeito mais cruel (Episódio 18)

A visita recebida por Lourdes foi de alguém que jamais esperou e o encontro acaba por causar um profundo impacto.

Após o desaparecimento da pessoa, ela é puxada pra um abismo ávido por devorá-la. Quando Socorro encerra a história, ainda restam perguntas e em busca de respostas, Luan recorda coisas difíceis, descobrindo o real motivo que causou seu acidente.

Interrompido – Nada é absoluto (Episódio 17)

Ao despertar, Lourdes busca a calmaria da realidade, sem imaginar que o real pode ser mais aterrador que seu pesadelo.

Na sombra dos corredores escuros do hospital, algo nefasto sugere uma conspiração pra dar fim a vida de Cadu. Independentemente disso há algo do qual não dá pra fugir e muito o que confrontar com garra ou lágrimas, porque cruel a realidade é.

Interrompido – Espírito de morte (Episódio 16)

O espírito de morte ronda o quarto de Cadu, ao perceber sua tenebrosa e opressora presença, Lourdes o expulsa dali

Uma visita inesperada desperta sentimentos contraditórios em Lourdes e ela fica revoltada. Com o cansaço pesando e a solidão a lhe apertar o peito, ela confessa ao filho estar exausta, mas as implicações desse desabafo a deixam transtornada.

Interrompido – Os olhos não veem (Episódio 15)

Um mergulho no passado revira coisas enraizadas a tempo suficiente pra envolver o coração numa crosta rígida

A revelação que traz libertação, também carrega a dor dos traumas vividos e desconhecidos por Lourdes. A visão do não dito, evoca fortes cenas sobre o atropelamento de Cadu e se foi impressionante de ouvir, quanto pior foi presenciar?

O jeito mais rápida de estragar uma amizade

Amigo é preciosidade, por isso é preciso cuidar, tratar bem e acima de tudo evitar fazer isso a qualquer custo

A amizade pode até não ser infinita, mas sempre será intensa pelo tempo em que durar. Ela nos proporciona um caminho de onde não há retorno que é a intimidade, mas isso não nos dá o direito de tirar conclusões precipitadas e acabar sendo borócas.

O peso de não perdoar

A melhor forma de ficar preso a alguém é odiando, mas mesmo que seja cometida uma falta grave viver assim não vale a pena

Já disseram que ódio é outra forma de amar: considerando que o sentimento leva a pensar na pessoa a todo instante e com intensidade tal, faz sentido essa afirmação. O problema é que o sentimento invertido também traz consequências perversas ao organismo.

Página anterior Próxima página