minissérie interrompido

Histórias de vida que precisam ser contadas

Considerada um aspecto da inteligência emocional, a empatia é uma habilidade de perceber o estado do outro

Sobrecarregados acabamos mais ouvindo que escutando, porque mesmo off-line a gente não desconecta; apenas deixamos as palavras passarem por nós e o que pode ser importante acaba entrando por um ouvido e saindo pelo outro sem notarmos.

A cilada na grama do vizinho

O ditado pop "a grama do vizinho é sempre mais verde" nunca fez tanto sentido como nessa era de tanta exposição

Tudo que não temos é incrível demais porque não sabemos os sacrifícios diários necessários pra obtê-lo. Ser bem-sucedido em algo pode não significar uma vida incrível, até porque pra obter sucesso é preciso dedicação – que talvez desequilibre outras áreas.

Forças disfarçadas de tragédias

Ajudar as pessoas é um investimento de alto riso, porque podemos perder nosso tempo e os recursos utilizados

Exercer os músculos da compaixão resulta em mais que um sorriso no rosto, traz realização e prosperidade nas esferas pessoal e profissional, além nos desenvolver como melhores seres humanos a medida que fazemos diferença na vida das pessoas.

Empoderados pelos hormônios

Nossos cérebros funcionam através da experiência, toda vez que os neuroquímicos surgem conexões são realizadas

No momento em que nos dedicamos ao que gostamos isso potencializa a liberação dos hormônios, possibilitando a suspensão do tempo. Tal abstração leva a desconsiderar os demais estímulos, ruídos e ignorar até mesmo necessidades fisiológicas.

Basta de ser controlado pelo medo

Se deparar com algo assustador faz nosso corpo entrar no automático e nos congelar ou fazer a gente sair correndo

Diante do medo, por mais que fugir seja uma reação automática, existem coisas que exigem de nós mais que fôlego, força nas pernas e condicionamento físico: é preciso enfrentá-las pra deixarem de ter poder sobre nós e nossas emoções.

Página anterior Próxima página