Ano: <span>2020</span>

Escuridão (Onde a luz busquei)

Pra se chegar a Roma existem vários caminhos, mas será que o mesmo pode ser dito quando procuramos a verdade? Quando queremos encontrar iluminação?

Pode ser que a opção escolhida seja exatamente o que esteja nos fazendo ficar perdidos, indo na direção que apenas traz mais confusão que esclarecimento. E se a luz encontrada não passar de trevas?

Pose – A hora do pesadelo (Thriller III)

Jean consegue se livrar da coisa estranha que pulou nele, mas fazer isso acabou não sendo uma boa ideia. De volta pro quarto, algo ainda mais assustador o pega no meio da escada e, paralisado de medo, ele se torna presa fácil.

Devido tanta coisa estranha acontecendo numa noite só, ele nem conseguiu dormir direito, aí acabou acordando em cima da hora, mas pelo menos descobriu de onde vinha o som metálico.

Depois de ficar com Kylie as coisas se tornaram mais fáceis entre eles – intimidade que fala, né!? – e Jean descobriu o poder que o beijo tem pra liberar felicidade, mas foi depois daquele beijo que ele começa a viver um verdadeiro inferno – algo que nem mesmo o pior pesadelo conseguiu criar.

Luz do sol (Se a manhã me desse)

A luz que vem do sol ilumina os dias, as noites, caminhos e o universo, desenhando arco-íris no céu. E se a manhã te desse um pequeno raio de sol, o que seria possível fazer com ele?

Isso pode até ser algo “impossível” de acontecer casualmente, mas assim como é possível tocar as estrelas mergulhando no mar, talvez o raio de sol não esteja tão distante. Ele pode estar mais perto do que se imagina, tornando desnecessário subir ao céu pra contemplar seu brilho.


Previous page Next page