folder Arquivado em Poesificando
O raio de luz que do céu escapou
A mais de trinta anos um evento cósmico deslocou um pequeno raio de sol, fazendo-o habitar entre os humanos
Por Mishael Mendes access_time 3 min. de leitura

Raio de sol, de luz encheu à terra ao tocá-la,
Deixando o corpo celeste, matéria se fez,
Sem, contudo, perder aquilo que a define
Brilho que espalha, alastrando felicidade.

Você é perfume que exala e agarra na nós
Prendendo, deixa lembranças e saudades,
Conversas que alinham os pensamentos,
Equalizando vibrações e até vontades.

Pouca compressão tinha ainda do mundo
Quando por tua luz fui, então, atingido,
Mal recordo o tempo antes de tua vinda,
Mas desde lá você segue iluminando,

Impedindo o frio da distância de se notar.
Você é presente em sorrisos e indagações,
Se entregas pra extrair o melhor de nós
Ainda que ao custo de lágrimas e energia.

Inspiração que tomou a forma de mulher,
Quem sempre me desafiou a ser melhor.
Por ti, procurei obter todas as respostas
Pra lhe ter admiração e também ajudar.

Quezia mendes, raio de sol
Mishael Mendes/ Arquivo Pessoal

Turbulência de luz, a invadir o ambiente
Sua presença marca e atrai as pessoas a si,
Você toma espaços, atenção e intenções,
Preenchendo lacunas com tua essência.

Suas realizações e sucesso me alegram.
Que suas mãos possam tocar aquilo que
Nem teus olhos ainda puderam enxergar,
Que vivas além do que coração imaginou,

Que teu canto ultrapasse paredes, fronteiras,
Chegando aos ouvidos e corações das massas,
Que tua voz leve calor e vida a quem precisa,
Que teus pés desconheçam limites geográficos

Te conduzindo por distâncias nunca sonhadas
Assim irás contagiar tantos outros de alegria.
Essa é você, às vezes imprecisa ou precipitada,
Falando na mesma velocidade do pensamento,

Quezia Mendes é engraçada
Quezia Mendes/ Arquivo Pessoal

Até teus deslizes se principiam na justiça
E o desejo do melhor sempre buscar fazer.
Você é poço de indeterminadas definições,
De exterior que encanta olhos e o coração

Possuis ainda mais beleza dentro de si.
Continue a ser luz, refletindo o que és,
Seguindo a inspirar quem você tocou.
Você diz não saber escrever tão bem,

Mas me arranca o melhor em palavras.
Os anos passam numa velocidade que
A gente só percebe quando já se foram
E com o tempo teu brilho só intensifica.


#papolivre

Presente é um bem ou dádiva que recebemos, mesmo sem merecimento ou ser esperado, foi exatamente assim que você chegou. Também por isso meu presente chegou 2 dias após seu níver – quando a gente não aguarda um mimo, a surpresa torna sua chegada mais prazerosa.

Assim como seu nome diz: você é perfume que merece ser poetizada. A música escolhida me faz lembrar quando a entoavas com sua voz, emoção e entrega – me faz falta o tempo que a gente contava junto. Que a felicidade te persiga em todos os aniversários e nos desaniversários, pra que você continuar a inundar os ambientes que vais. Parabéns, maninha, te amo demais!

Ósculos e amplexos,

brilhante cheirosa inteligente inversivelpoema irmã maninha perfumada perfume poema poesia poesiainversivel raio de luz soundtrack