folder Arquivado em Cronicário
O dia mais escuro da história da humanidade
A previsão de um dia inteiro de trevas deixou a geral de cabelo em pé, não por menos já que tudo ficará pavoroso
Por Mishael Mendes access_time 7 min. de leitura

Hoje, 8 de maio de 2020, é o 129.º dia no calendário gregoriano, de um ano bissexto. Ao longo da história, essa data registrou protestos, desastres naturais e o fim da II Guerra Mundial. Além de marcar comemorações, como o dia mundial da Cruz Vermelha, e do Turismo e Artista Plástico no calendário tupiniquim.

Mesmo com tantos eventos, ela costuma passar despercebida e continuaria assim não fosse por uma terrível profecia, que desconsiderando coronavírus e a má gestão do país marca hoje como o início de uma completa escuridão a durar três dias. Imagine-se despertando de madrugada num quarto escuro, sem indício de energia ou saída, isso seria suficiente pra tornar a ideia claustrofóbica, mas o que está por vir trará uma realidade mais assustadora que história de terror.

Se isso ainda não foi suficiente pra te deixar de cabelo em pé, é bom saber que além de terremotos e erupções por todo lado e a visita de espíritos malignos causando destruição, todas conexões serão interrompidas, inutilizando celulares e dispositivos digitais. Mas antes de entrar em pânico, respire fundo! Se hoje você percebeu o sol tímido atrás das nuvens, aparecendo mesmo no fim da tarde, é porque a profecia não se cumpriu.

Predições sempre exerceram fascínio sobre a humanidade, conforme registros históricos e boa parte dos mitos nos contam, por isso D-s nos manda refrear esse anseio [Deuteronômio 18.10,14]. Além da busca por revelações nos colocar num linha tênue entre a fantasia/ loucura e a fé, a ânsia por saber o que acontecerá – num futuro que pode não chegar ou talvez nem acontecer pra gente – nos faz esquecer do agora e o que fazer pra tornar o mundo melhor.

Escuridão total

O dia mais negro da história da humanidade não possui relacionado a Idade Média – conhecida como Idade das Trevas – ou profecias sobre dias sem luz, mas quando deixamos de nos importar com o necessitado, quando paramos de nos preocupar com a aplicação da justiça, que às vezes precisa diferenciar pra reestabelecer os pesos e haver equilíbrio e igualdade.

Esse amaldiçoado dia de escuridão [Jó 3.4-6] iniciou quando o amor ao semelhante esfriou [Mateus 24.12], quando passamos a odiar alguém por suas palavras ou ações desagradáveis [1 João 2.11] e ao propagarmos a cultura do cancelamento como se isso fosse anular a existência indesejada. Também ao fazer o bem quando convém [Filipenses 2.3,4] ou apenas pra quem merece [Mateus 5.46-47], sem nos importar com os que necessitam [Miquéias 6.8].

As trevas que obscurecem e contaminam, corrompendo e causando destruição não veem de fora, impedindo a visão de enxergar, mas das que saem de nós [Mateus 15.11]. Essas são mais terríveis do que aparentam [Mateus 6.23] porque convertem tudo em escuridão e dessensibilizando arrancam uma parte importante de nossa humanidade: a compaixão.

É ignorância esperar pelo Governo, como se ele pudesse algo sem a gente botar a mão na massa, se quer é possível assumir tal cargo sem nosso voto – e se você acha que votar consciente é suficiente, botando alguém que te representa, entendeu nada do que significa fazer justiça e está numa situação complicada [1 João 2.29]. Você já deve ter ouvido ou visto a citação:

“Primeiro levaram os socialistas, não reclamei porque não era socialista. Daí levaram os sindicalistas, não reclamei porque não era sindicalista. Depois vieram pelos judeus, não reclamei porque não era judeu. Então vieram por mim, e já não havia ninguém pra reclamar.”

Conhecida no Brasil após aparecer no poema “No caminho, com Maiakóvski”, de Eduardo Alves da Costa, apesar de atribuída a Maiakóvski ou a Brecht, foi dita por Martin Niemöller, durante um discurso anti-nazista. O nazismo é exemplo do que acontece quando cedemos espaço as trevas: uma nação inteira aderiu a práticas desumanas e ainda peitou o mundo, culminando na II Guerra Mundial. Poucos entenderam que a dor do outro também é nossa, como Niemöller, simpatizante do nazismo que acabou preso e enviado ao campo de concentração quando se voltou contra o regime.

Embora existam profecias seguras prevendo um tempo de total escuridão [Joel 2.31, Joel 3.15, Apocalipse 6.12-14], não dizem sua duração, nem a data exata em que ocorrerá, apenas que esse será tão assustador que as pessoas vão preferir morrer soterradas por montanhas e rochas [Apocalipse 6.16-17].

Mesmo a gente passando por esse vale de sombras, não estamos só [Salmos 23.4], então ainda que tudo se torne trevas não é preciso temer, D-s é nossa luz [1 João 1.5] e brilhará trazendo cura [Malaquias 4.2] e ainda que esse momento seja assustador será nele onde seremos revestidos de um poder sem precedentes [Joel 2.28-29].

Então, ao invés de temer a escuridão por vir, devemos nos alegrar – ainda que isso assuste a geral [1 Coríntios 1.18] – deixemos a Palavra iluminar nossos passos [Salmos 119.105], busquemos estabelecer a justiça e ter comunhão com as pessoas [1 João 1.7], assim seremos luz [Mateus 5.14-16] num mundo obscurecido pelo pecado, maldade e injustiça.

Se após essa leitura você ainda estiver disposto a se arrepiar, então precisar conhecer Pose, uma minissérie que começa calminha e após espantar seu sono te deixará com medo da própria sombra – ainda assim será melhor que dormir.

Pra expandir a mente

Mente explodindo

Apesar do tema ter sido apenas induzindo, falar sobre profecia dá pano pra manga, colarinho e até colete tamanha sua extensão. Se você quiser conhecer as revelações do fim pra não ser enganado, além de ajudar o blog 😍, se liga nessas indicações! 🤓📖

Profecias do Fim dos Tempos 1 – O Plano Profético – O livro aborda com clareza as profecias finais que vêm acontecendo com extraordinária precisão. Além de revelar o que está por vir e se fazemos parte ou não da geração antes da vinda de Cristo.

Apocalipse: A maior profecia do mundo – Leitura obrigatória pra se aprofundar num dos livros mais complicados da Bíblia, aqui os temas são abordados com uma linguagem acessível pra você se posicionar como profeta de D-s e permanecer em santidade.

O Calendário da Profecia: Conhecendo o Fim dos Tempos e o Tempo do Fim – Aqui há um estudo sobre os eventos do futuro do mundo e da humanidade, o que se reserva pra esses dias e o significado de símbolos e figuras da última mensagem bíblica.

A Profecia do Monte das Oliveiras: Uma Exposição de Mateus 24 e 25 – Obra clássica da escatológica, ela aborda as profecias de Jesus sobre o fim com informações sobre a diferença entre os registros em Mateus, Marcos e Lucas; a destruição do Templo, no ano 70 d.C., e outros detalhes que enriquecem essas revelações.

Ósculos e amplexos,

3 dias de escuridão apocalipse dia escuro dia negro escuridão fim do mundo fim dos tempos humanidade perdida mind blowing profecia profecia três dias de escuridão profetada revelação soundtrack trevas e luz