Sabe aquela sensação boa que surge
Quando acontece algo bem especial?
É só assim que sei dizer o que senti
A primeira vez que te peguei a vagar.
Nem tudo acontece como a gente quer,
Acreditei que talvez nem rolasse nada,

As expectativas não iam além do date.
Quando, sem direção, você apareceu,
Me procurando por entre a multidão
Isso me foi motivo de contentamento
Por isso respondi ao seu simples oi
Com um beijo pra te arrancar o ar.

De mãos dadas com a felicidade
Caminhamos por ruas e avenidas.
Você me levou por alguns lugares
Que antes eu ignorava totalmente
E entrelaçado em teus dados, segui.
Estar contigo me fez ignorar tudo

Pra atentar pra tuas mãos suados
E o polegar tentando dominar o meu.
Confesso sentir fome antes de te ver,
Mas talvez fosse apenas aquele vazio,
Que a gente costuma tapar com comida,
Pois contigo não senti falta de mais nada.

Só dividi o frappuccino de morango
Pra sentir teu gosto no canudinho.
Coisinha mais fofa e graciosa é você,
Gosto de te observar quando conversa
Você fica sem graça e, então, sorri.
Te acho uma fofura tentando falar

Sem jeito, você me pede pra parar,
Mas pra mim isso é difícil de fazer
Mal sabes que o que quero mesmo
É não desgrudar mais os olhos de ti
Porque teu encanto só aumenta ao
Se interrompem, sem conseguir falar.

Sabe aquela história que o tempo distorce,
Perdendo todo sentido, espaço e direção?
Contigo, provei o que Einstein teorizou,
Horas se fizeram segundos, sem ainda
Ser suficiente desfrutar sua presença.
Não esperava curtir tanto ficar contigo,

Que o tempo voe, agora que te fostes
Pra nos seus braços, poder me lançar,
Porque você é um sonho tão excelente
De realidade que se quer imaginei,
Mas se fez verdade, encanto, toque
E beijos que me chegam a arrepiar.

Emaranhado de sensações e palavras
Que insisto, no retorno, transcrever.
Mais vale o tempo passado contigo
Que na distância te esperar chegar.
Ainda que prefira teu toque e sorriso
Envergonhado, que me faz sorrir,

Sigo aqui poesificando sentimentos
Enquanto você se lança nos estudos
Que só servem pra te roubar de mim.
Amanhã pode até se tornar incerteza,
Mas ainda há de chegar o dia em que
De seus beijos e toques me ei de saciar

Outra coisa na vida não queria mais fazer
Que te segurar pelo rosto e ver teu sorriso
Enquanto dos lábios saem apenas beijos
E palavras pra dizer o quanto és incrível.
Por vezes intermináveis, desejo eu te ver.
No meu álbum você é a figura que repito,
Pois ela é quem completa minha felicidade

Sem, contudo, me cansar ou satisfazer.
Pode ser talvez naquele dia, um tanto,
Um pouco a menos ou bastando até mais
Que consiga te levar com meus encantos
Pra que você não possa nunca mais partir
Assim, aconchegados veremos o sol nascer.

Desculpa ser brega e te fazer poemas,
É que sou do tempo de velhas traições,
Ainda me encanta o belo e me toca o som,
Talvez isso não baste, mas sei te fazer sorrir
Também como arrancar suspiros e arrepios
E te deixar em euforia com todo meu carinho.


#freetalk

Nem sempre a gente consegue o que espera ou acontece o que se deseja, às vezes o que vem ao nosso encontro pode ser muito mais do que a gente tinha imaginado. São exatamente momentos como esse – que surgem de repente e nos pegam de desprevenidos – que fazem a gente baixar a guarda e ser feliz.

Momentos assim devem ser aproveitados ao máximo, pois podem não voltar e, caso sejam valorizados têm o poder de se tornar eternos – pelo menos pelo tempo que a gente viver.

Ósculos e amplexos,

mishael mendes sign, assinatura

Mishael Mendes

Um cara apaixonado por música, se deixar ele não faz nada sem uma boa trilha sonora. Amante de fotografia, livros, animais e comida boa – principalmente a da mãezona. Criou o blog e o canal pra compartilhar sua visão inversível da vida.