Você está (Onde meus olhos mirar)

Tempo estimado: 2 minutos

Estás em tudo que penso,
No que falo a todo instante.
Pra onde quer que olho,
No que vier a fazer,
Até mesmo no que escrevo,
Sim, sublimada aqui, você está.

Na música a tocar, envolvente,
No que, entretido, estou a ler,
Enquanto o dias, passando, se vão,
Até no ar que enche os pulmões,
Sim, ofegante assim, você está.

Tomastes-me total a mente,
Possuindo por inteiro meu ser.
Tatuada sobre o peito,
Fizeste no coração moradia,
Sim, pulsante aqui, você está.

Do tempo estás nos segundos,
Dos minutos passeias nas horas.
De mim a todo instante,
Momentos antes tão meus,
Agora já se vão dias teus,
Sim, marcando estações, você está.

Estás comigo e me toma os sonhos,
Ao fechar os olhos te posso sentir
Que pertencermos um ao outro,
Mas ao abri-los tudo se faz desilusão,
Devaneios de um bobo apaixonado
Vejo que, brincando aqui, você não está.

Difícil me é sem ti viver,
Também não o quero aprender.
Sentindo tua falta, careço de ti,
Dor causada pela tua imensa ausência
Porque, sorrindo assim, você não está.

Ainda que estejas por perto
Te mostras tão distante assim.
Podes até fisicamente distante estar,
Mas gravada me fostes na alma,
Assim, digo que em mim, você está.


#freetalk

É tão bom amar alguém, o sentimento acaba por liberar hormônios que inundam nosso corpo de sensações de bem-estar, felicidade, prazer e fazem o coração pulsar a uma velocidades que, se medida, poderia até implicar em multa por excesso.

O fato é que quando a gente se sente tomado pelo amor, tudo a nossa volta começa a mudar, os olhos enxergar mais cor, os ouvidos se deliciam a cada nota que se desprende das canções, sejam elas de bandas ou do pássaro ao lado da janela, assim a gente segue imaginando um mundo de oportunidades.

Veja também  Death Note Netflix - Trilha Sonora Oficial

O problema é quando se descobre que o crush não está na mesma vibe e que tudo não passa de amor platônico, aí todas aquelas possibilidades vão se reduzindo a meras ilusões, ainda assim é difícil desprender o ser amado de dentro de nós, pois mesmo doendo – amor é fogo que consome, é vício que entorpece os sentidos – traz paz enquanto a gente se desfaz nos melhores sentimentos que há em nós.

Ósculos e amplexes,

mishael mendes sign, assinatura