pressa

Velocidade que a poesia alcançou

Um átimo bastou pra velocidade acelerar e sem respeitar sinalização ou limites, a fuga seguiu em rapidez assustadora

Pra trás ficou qualquer controle. Seguindo em desdobramentos incontáveis o deslocamento prosseguiu sem atentar pra tempo ou barreiras – físicas e subjetivas. Nada podia deter a pretensão de seguir em direção a um destino desconhecido.

Página anterior Próxima página