Um lugar pra conhecer a profundidade das coisas

A vida da morte

A vida da morte

Quando decidi morrer
É que descobri a vida,
Algo não antes experimentado.
Livre de minha vontade
Corro sem embaraços para Ti.

Quando decidi morrer
Descobri o dia belo e aprazível,
Que cores formam aliança
Testemunhando verdade
Que não tem fim.

continue lendo »

Um cara totalmente apaixonado por música, se deixar ele não quer fazer nada sem uma boa trilha sonora. Amante de fotografia, livros, animais e comida boa – principalmente a da mãezona.
Criou o blog e o canal pra compartilhar sua visão inversível da vida.