Gir. pau-mandado, ou seja, quem faz tudo que os outros pedem; sem personalidade própria; que vai pela cabeça dos outros.

O termo começou a ser usado pra caras que faziam de tudo pra chamar atenção das mulheres, mas passou a referir-se a quem faz de tudo pra agradar os outros.