Saud. a dieta flexível, também chamada de IIFYM (If it fit your macros, se couber nos seus macros[nutrientes]), é baseada na quantidade de macronutrientes que uma pessoa pode ingerir por dia. Dessa forma é possível comer qualquer coisa desde que caiba dentro dos macros – o que ajuda a controlar os excessos já que ela não é tão restritiva – além de ajudar na queima de gorduras, pois estimula o organismo a consumir mais calorias.

O cálculo pra saber a quantidade diária é feito utilizando o peso, altura e número de exercícios praticados, obtendo-se a dose de proteínas, carboidratos, gorduras e fibras. É possível escolher entre perda de peso (normal, agressiva ou imprudente), manutenção ou ganho de massa muscular (cautelosa, didática ou agressiva).

Entretanto, ela não é tão prática, já que é necessário calcular cada alimento ingerido, além de desconsiderar a qualidade nutricional da fonte de carboidrato, proteína e gordura ingerida, ou seja, os micronutrientes.