Mês: <span>Atualizado em 17 de julho de 2022</span>

Ode à ti – Como a vejo e como tu és

Ao amarmos é espontâneo enxergar motivos, atributos e belezas que nos impulsionam a compor poemas e canções

Aguçando nossos sentidos, o ser amado nos conquista a atenção com qualidades que saltam tomando forma e preenchendo lacunas que se tornam versos. Mesmo estando distante o coração acelera e o corpo aquece liberando agradáveis sensações.

Interrompido – Caminho sem volta (Episódio 10)

No momento que a geral curtia, Dani desmaia, apavorado Nandinho e os garotos fazem de tudo pra despertá-lo

Após muita preocupação o garoto acorda, incomodado Nandinho resolve se mandar e no caminho descobre algo do primo que nem imaginava. Enquanto a luz surgia no horizonte, dentro dele as coisas ficaram obscuras ao ponto de se perder dentro de si.

A poesia que no inverno se ocultou

O inverno pode significar dentes batendo, pelos arrepiando, vontade de ficar da cama, solidão e também poesia

É comum a ideia negativa da estação, mas ela pode surpreender com belezas, cores e fragrâncias que despertam sensações, até mesmo sabores que confortam e aquecem a quem experimenta e se permite viver a poesia oculta no inverno.

Interrompido – Devorado pelo fascínio (Episódio 09)

Sensação do incomensurável pode envolver corpo e mente de quem ousa experimentar o inconvencional, foi isso que Nandinho fez

Perdido, Dani recebe dicas de paquera, ainda assim quase perde a gata. Na pista, Nandinho se joga nos braços e bocas que encontra, tudo o que precisava era ser envolvido por uma onda de prazer, mas isso não o preparou pro que estava pra acontecer.


Página anterior Próxima página